quinta-feira, 3 de junho de 2010

Dia de Corpo de Deus

Hoje é o dia de Corpo de Deus, festividade religiosa celebrada anualmente 60 dias após a Páscoa.De 4 em 4 anos acontece que as ruas de Vila do Conde são enfeitadas com belos tapetes florais sobre os quais passa a procissão.A última vez aconteceu em 2009.

10 comentários:

Anakoelho disse...

Olá!
Lindo seu post de rua enfeitada...,eu recordei de quando criança,morava no interior de Minas e nessa época eu e meus irmãos levantávamos cedinho para enfeitar a rua,toda a vizinhança também,era mto bom participar de tudo isso bons tempos...
Boa noite t+.


Ana.

Astrid Annabelle disse...

Olá Mimi!
Que linda imagem!
Aqui no Brasil também acontecem em muitos locais os enfeites em forma de tapetes forrando as ruas...eu acho uma verdadeira obra de arte!
Feliz feriado querida!
Beijo gostoso!
Astrid Annabelle

endim mawess disse...

esses tapetes de serragem ficam lindos, adorei seu blog

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Venho cumprimenta-la e dar um grande beijinho de saudação pelo blogue. Nao conhecia e fiquei muitísimo bem impressioando, ja que nso tempos que correm, falar mal da Igreja ou simplesmente dar testemunho da fé crista, é mal, parece mal e nao está na moda. Bem haja.

Um enorme beijinho e as fotos sao magnmificas mesmo sabendo que algumas sao da net. Refiro-me a varios posts que estive a ler em geral...

Muito bom blog e visaulmente apelativo :)

Maria de Fátima disse...

Olá Ana, obrigada pela visita.Assisti uma vez a essa procissão em Vila do Conde e foi muito linda.Gostei muito dos tapetes floridos.Beijos.

Maria de Fátima disse...

Olá Madrinha Astrid, o feriado foi passado em família.Também gosto muito desta procissão.Beijocas.

Maria de Fátima disse...

Olá Endim, obrigada.A sua visita será sempre bem vinda ao meu blogue.Beijos.

Maria de Fátima disse...

Olá Daniel Silva, obrigada.Sempre que quiser passar por aqui será bem vindo.Beijos.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através Zambeziana. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Maria de Fátima disse...

Olá Fabrício, obrigada pelas suas palavras tão gentis.Vou fazer-lhe uma visita, pode deixar.Beijos.